sábado, 30 de dezembro de 2017

Maude Clare, de Christina Rosetti

Tome minha parte de um coração inconstante,
A minha de um amor miserável:
Pegue ou largue, como quiser,
Eu lavo minhas mãos daqui em diante. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Henry Ward Beecher

A morte é a queda da flor, para que o fruto possa avolumar-se.